Desporto

O “Rei da terra batida” faz história

Subida ao patamar histórico onde só está o suíço Roger Federer.

O tenista espanhol Rafael Nadal bateu no domingo o sérvio Novak Djokovic e conquistou a 13.ª Taça dos Mosqueiros de Roland Garros, terceiro 'major' da temporada, igualando os 20 títulos do suíço Roger Federer em torneios do 'Grand Slam'.

O número dois mundial, de 34 anos, ultrapassou o líder do 'ranking' ATP, a disputar a sua quinta final em Paris, em apenas três 'sets', com os parciais de 6-0, 6-2 e 7-5, ao fim de duas horas e 41 minutos de uma final disputada no 'court' Philippe-Chatrier, aberto à presença de apenas mil pessoas nas bancadas.

Aos 34 anos, Rafael Nadal, que desde 2005 só perdeu dois encontros na catedral da terra batida, nos oitavos de final de 2009 frente ao sueco Robin Soderling e nos quartos de final de 2015 ante Novak Djokovic, alcançou o 100.º triunfo em Paris e o 20.º título do 'Grand Slam', partilhando o recorde agora com o suíço Roger Federer.