Desporto

“Caso está ultrapassado”, diz Costa sobre apoio à candidatura de Luís Filipe Vieira

“Do ponto de vista da minha consciência não devia recusar”.

António Costa garante que a polémica que envolveu o apoio à recandidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica está ultrapassada.

Em entrevista ao Público, o primeiro-ministro disse, do ponto de vista da sua consciência, que "não devia recusar, naquele momento e naquela circunstância" o convite.

Em setembro, Luís Filipe Vieira retirou o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, da comissão de honra à sua recandidatura à presidência do Benfica, depois da polémica que se instalou.

O primeiro-ministro esteve debaixo de fogo desde que se soube que era membro da comissão, e até o Presidente da República confirmou que iria questioná-lo sobre esta decisão. Na altura, ao semanário Expresso, o gabinete de Costa tinha dito que o apoio era enquanto sócio e não como primeiro-ministro.

Veja também: