Desporto

João Almeida fez crono "melhor que o esperado" para aumentar liderança

Ciclista português reforçou a liderança no Giro de Itália.

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) admitiu que o sexto lugar no contrarrelógio deste sábado foi "melhor que o esperado", aproveitando para expandir a liderança da geral da Volta a Itália em bicicleta.

"Foi melhor do que esperava. Não conseguia fazer melhor, e aumentei o tempo de vantagem para o [Notes:Wilco] Kelderman, que era o meu maior adversário. Tenho quase um minuto [para Kelderman, segundo à geral] e mais para os outros, mas ainda há uma semana e um dia. É um caminho longo até Milão", local da 21.ª e última etapa, afirmou o português de 22 anos, após a 14.ª tirada, conquistada pelo italiano Filippo Ganna (INEOS).

Na geral individual, o português, de 22 anos, aproveitou o bom registo, a 1.31 do vencedor, para ganhar tempo a quase todos os adversários do 'top 10', à exceção de McNulty, e lidera agora com 56 segundos de vantagem sobre o holandês Wilco Kelderman (Sunweb), segundo colocado, e 2.11 minutos para o espanhol Pello Bilbao (Bahrain-McLaren), terceiro.

Classificando a sua prestação como "um 10, de 0 a 10", Almeida continua, ainda assim, a realçar que "um dia mau" pode deitar a perder todo o esforço até aqui, mas hoje, no maior 'crono' que fez na carreira, mostrou como se sente à vontade numa especialidade que diz adorar.