Desporto

Pinto da Costa anuncia queixa-crime contra Frederico Varandas

JOSÉ COELHO

Em causa estão declarações de Varandas sobre o processo das escutas que envolveu Pinto da Costa.

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, anunciou esta quarta-feira a intenção de dar entrada na quinta-feira com uma queixa-crime contra o seu homólogo do Sporting, Frederico Varandas, por declarações proferidas em 23 de outubro.

"Não costumo falar de processos judiciais e como entra amanhã [quinta-feira], já está terminada, uma queixa-crime nos tribunais contra o tal presidente [Frederico Varandas], não me vou pronunciar até que isso siga o seu curso normal", disse Pinto da Costa.

"Um bandido será sempre um bandido"

Em causa estão declarações de Frederico Varandas em 23 de outubro, antes da partida do Sporting para os Açores, em que o presidente leonino recorda o processo das escutas que envolveu Pinto da Costa e classifica o dirigente portista de "bandido".

"Pode ter um grande sentido de humor, pode ser uma pessoa culturalmente acima da média, pode ter um currículo cheio de vitórias, mas um bandido será sempre um bandido", referiu, na altura, Frederico Varandas.

O presidente leonino continuou no mesmo registo e acrescentou que, "no final, um bandido será sempre recordado como um bandido. No dia em que Pinto da Costa se retirar, ou for obrigado a retirar-se, prestará um grande serviço ao futebol português".

A intenção de Pinto da Costa entrar nos tribunais com uma queixa-crime contra Frederico Varandas foi anunciada à margem da apresentação do relatório e contas de 2019/20 do FC Porto, que registou um prejuízo recorde de 116,1 milhões de euros.

  • O primeiro dia de Web Summit 

    Web Summit

    Acompanhe aqui as palestras do palco principal. Neste primeiro dia, passam pelo palco nomes como Paddy Cosgrave, CEO e fundador da Web Summit, o primeiro-ministro António Costa, Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia, ou a atriz Gwyneth Paltrow.

    Em Direto

    SIC Notícias