Desporto

José Morais bicampeão sul-coreano de futebol com Jeonbuk

Kim Orel/ AP

O português sagrou-se campeão sul-coreano de futebol pela segunda vez consecutiva pelo Jeonbuk, ao vencer em casa o Daegu por 2-0.

O português José Morais sagrou-se este domingo campeão sul-coreano de futebol, pela segunda vez consecutiva, pelo Jeonbuk, que alcançou o tetracampeonato ao vencer em casa o Daegu, por 2-0, em jogo da última jornada do campeonato.

O 'bis' de Cho Kyu-Sung, que marcou aos 27 e 40 minutos, garantiu o triunfo sobre o Daegu e, consequentemente, a revalidação do título ao técnico português.

O Jeonbuk tornou-se na equipa com mais triunfos na competição, ao somar o oitavo título de campeão nacional - mais um do que o Seongnam e mais dois do que o Seoul - e o sexto nos últimos sete anos.

A formação comandada por José Morais necessitava apenas de um empate para renovar o título, depois de ter vencido na jornada passada o segundo classificado, o Ulsan Hyundai, por 1-0, e conquistado três pontos de vantagem.

Este foi o terceiro troféu nacional de José Morais, de 55 anos, que, além do campeonato sul-coreano de 2019, já tinha vencido a Liga tunisina em 2008/09, ao serviço do Espérance de Tunis.

José Morais, que coadjuvou José Mourinho no Inter Milão, no Real Madrid e no Chelsea, chegou ao emblema sul-coreano em novembro de 2018, depois de ter deixado os ucranianos do Karpaty Lviv.

Antes, comandou Benfica B, Estoril Praia, Académico de Viseu e Santa Clara, contando passagens por clubes de outros nove países (Alemanha, Suécia, Jordânia, Arábia Saudita, Tunísia, Turquia, Grécia, Inglaterra e Ucrânia) e pela seleção do Iémen.