Desporto

Académica de Coimbra alvo de buscas no processo “Mala Ciao”

Benfica e Santa Clara estão sob investigação por parte das autoridades.

Para além do Benfica e do Santa Clara, também a Académica de Coimbra foi, esta terça-feira, alvo de diligências da Polícia Judiciária. Em causa estão os negócios de contratação de Chiquinho e Pedro Nuno.

Chiquinho foi contratado à Briosa em 2018, tendo sido cedido em definitivo ao Moreirense. Na época seguinte, regressou aos encarnados numa recompra que envolveu 4,5 milhões de euros.

Também Pedro Nuno já tinha ido da Académica para a Luz em 2017, nunca tendo jogado com a águia ao peito.

A Polícia Judiciária realizou buscas nas instalações da Académica, em Coimbra, no âmbito do processo conhecido como “Mala Ciao”.

Buscas no Benfica e no Santa Clara

As autoridades entraram no Estádio da Luz pelo porta 18. PJ e Autoridade Tributária acederam a documentos que podem vir a provar aquilo que já são suspeitas quanto a alguns negócios entre o Benfica e o Santa Clara.

Nos Açores, a sede do Santa Clara e a casa do presidente do clube foram também investigados pelas autoridades.

No total foram realizadas oito buscas domiciliárias, uma fundação, três sociedades desportivas, nove empresas e dois escritórios de advogados.

Tanto o Santa Clara como o Benfica anunciara me comunicado estar disponíveis para colaborar com as autoridades neste processo.

Veja também: