Desporto

Jogos Olímpicos de Tóquio2020 devem mesmo acontecer no próximo ano

Kim Kyung Hoon

Comités Olímpicos Europeus "muito seguros" de que vão realizar-se no verão de 2021.

Os Comités Olímpicos Europeus estão "muito seguros" de que os Jogos Olímpicos de Tóquio2020 vão mesmo realizar-se no próximo ano, mas deverá haver ainda restrições de público, disse esta terça-feira o presidente da organização.

Niels Nygaard abriu o Conselho Europeu de Ministros do Desporto da União Europeia, que decorreu esta terça-feira por videoconferência, e mostrou-se confiante nos "sinais" que confirmam a realização dos Jogos Olímpicos entre 23 de julho e 08 de agosto de 2021, mas advertiu que não haverá um novo adiamento.

"Muitos progressos estão a ser feitos e neste momento estamos muito seguros de que será possível realizar os Jogos Olímpicos de Tóquio no próximo ano. Talvez ainda com algumas restrições, quase de certeza que as haverá em termos de espectadores, mas tenho bastante certeza de que vão avançar", disse o dinamarquês que preside à associação de comités olímpicos da Europa.

Além disso, questionado pelo moderador da reunião organizada pela presidência alemã da União Europeia, o dirigente do organismo sediado em Roma foi perentório ao garantir que não haverá lugar a mais qualquer adiamento.

"Se não forem realizados em 2021, estes Jogos Olímpicos já não vão ser organizados e só voltará a haver Jogos em Paris2024. Mas estou quase certo de que Tóquio2020 vai acontecer", disse o dirigente.

Durante a sua intervenção, Niels Nygaard abordou também as enormes consequências económicas para os comités olímpicos europeus, que ascendem a cerca de 1,6 mil milhões de euros e que "terão de ser assumidos pelos diferentes comités a nível local".

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 estavam previstos para decorrer entre 24 de julho e 9 de agosto deste ano, mas foram adiados por um ano, no final de março, devido à pandemia de covid-19, após a pressão de vários comités olímpicos e federações a nível local.