Desporto

O resumo de uma noite de Champions

ESTELA SILVA

FC Porto apura-se para os oitavos da Champions, azuis e brancos empataram a zero com Manchester City no Estádio do Dragão.

O FC Porto empatou esta terça-feira 0-0 com o Manchester City e apurou-se pela 12.ª vez para os oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol, seguindo para esta fase juntamente com o Liverpool.

À partida para esta quinta jornada da fase de grupos, o campeão em título Bayern Munique (Grupo A), o Manchester City (C), o Chelsea e o Sevilha (E) e o FC Barcelona e a Juventus (G) já tinham garantido um lugar na ronda dos 16 melhores da Europa.

A precisar de um ponto para ser bem-sucedido, sem depender de terceiros, os 'dragões' travaram o poderio do Manchester City, podendo agradecer a uma exibição de nível superior do guarda-redes Marchesin.

Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva foram titulares na milionária equipa de Guardiola, que foi superior, com cerca de dois terços de posse de bola e variadas oportunidades flagrantes, mas, em última instância, foram travados pelo argentino, perdendo neste encontro os primeiros pontos na prova.

Em Marselha, o Olympiacos de Pedro Martins, com José Sá e Ruben Semedo no 'onze', reforçou o sonho da qualificação quando se adiantou no marcador com um 'missil' do pé esquerdo do guineense Mady Camara, aos 33 minutos, contudo, os gauleses, treinados por André Villas-Boas, deram a volta com dois penáltis de Dimitri Payet, aos 55 e 75 minutos.

O Manchester City tem 13 pontos e o primeiro lugar assegurado, o FC Porto 10 e o Olympiacos e Marselha três, aguardando pela derradeira ronda para ver qual das duas segue para a Liga Europa: os gregos recebem os portistas, enquanto os franceses, que esta terça-feira marcaram os primeiros golos e fizeram os primeiros pontos, visitam Inglaterra.

No grupo A, o Atlético de Madrid viu o apuramento fugir-lhe perto do fim, quando Thomas Muller empatou, aos 86 minutos, para o Bayern Munique, que já estava nos 'oitavos', depois do golo do português João Félix, aos 26, antecipando-se à defesa (1-1).

O Lokomotiv Moscovo, com Éder e o ex-portista Zé Luís a titulares, perdeu 1-3 com o Salzburgo, que soma assim quatro pontos, a dois dos 'colchoneros' e com mais um dos que os russos.

Na última ronda, o Atlético de Madrid não pode perder na visita ao Salzburgo, com quem decide a continuidade entre os 'milionários'.

Na muito equilibrada 'poule' B, com três pontos a separar as quatro equipas, o Shakhtar Donetsk de Luís Castro está em segundo depois de bater, novamente, o Real Madrid, agora por 2-0, enquanto o Inter voltou a sonhar, após o seu triunfo, por 3-2, em casa do ainda líder isolado, o Borussia Mönchengladbach.

Os ucranianos, que visitam o Inter, somam os mesmos sete pontos do que o Real Madrid, ambos a um dos alemães, que jogarão na capital espanhola, enquanto os italianos somam cinco pontos, ainda com possibilidade de seguir em frente.

Com Diogo Jota a titular, o Liverpool venceu o Ajax por 1-0, com tento de Curtis Jones, aos 58, a aproveitar um erro do guarda-redes Onana, enquanto no outro desafio a Atalanta 'complicou' a sua situação ao ceder inesperado empate caseiro com os dinamarqueses do Midtjylland (1-1), que assim conquistaram o seu primeiro ponto.

Com oito pontos, a Atalanta vai defender o segundo lugar precisamente em casa do Ajax, com sete, enquanto os 'reds', garantidamente primeiros e já apurados, viajam até à Dinamarca.

  • 1:55
  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes