Desporto

Filho de Michael Schumacher ascende à Fórmula 1 em 2021

Kamran Jebreili

Um sonho tornado realidade.

O alemão Mick Schumacher, filho do antigo piloto Michael Schumacher, ascende à Fórmula 1 na próxima temporada, para pilotar um dos carros da escuderia Haas, anunciou esta quarta-feira a equipa norte-americana.

Atual líder do campeonato de Fórmula 2, Mick Schumacher será companheiro de equipa do russo Nikita Masepin, que já tinha sido anunciado como piloto da Haas para o próximo ano.

"A ideia de estar na grelha de partida da Fórmula 1 no próximo ano deixa-me incrivelmente feliz. Estou sem palavras", disse o piloto germânico, de 21 anos, citado num comunicado da equipa.

No mesmo documento, o filho do sete vezes campeão mundial de Fórmula 1 mostrou-se "agradecido" à Ferrari, à Academia Ferrari e aos seus pais, frisando sempre ter acreditado "que o sonho de correr na Fórmula 1 se tornaria realidade".

Já o italiano Günter Steiner, chefe da equipa Haas, explicou que a contratação de Mick Schumacher se deveu "ao seu rendimento".

A duas corridas do final da temporada de Fórmula 2, Mick Schumacher é o principal favorito à conquista do título desta categoria que serve de antecâmara à Fórmula 1.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão