Desporto

Sporting defende liderança em Famalicão, Benfica e FC Porto com duelos caseiros

Os 'leões' lideram a tabela com quatro pontos de vantagem sobre Benfica e Sporting de Braga e seis sobre o FC Porto.

O Sporting defende a liderança da I Liga de futebol no sábado no campo do irregular Famalicão, enquanto Benfica e FC Porto jogam em casa e esperam um 'tropeção' dos 'leões', na nona jornada.

Os 'encarnados' recebem no domingo o Paços de Ferreira, até agora a equipa sensação da prova, no mesmo dia em que o Sporting de Braga defronta o Belenenses SAD no Estádio Nacional, enquanto, no dia anterior, o FC Porto joga no Dragão com o Tondela.

O Sporting, que tem quatro pontos de vantagem sobre Benfica e Sporting de Braga, que dividem a segunda posição, defende a comando do I Liga e também a invencibilidade na prova (é a única equipa que ainda não perdeu) perante um Famalicão que ainda não conseguiu chegar ao nível demonstrado na última temporada, em que falhou por pouco o acesso às competições europeias.

Para somar a sexta vitória consecutiva no campeonato, a equipa de Rúben Amorim já poderá contar com o equatoriano Gonzalo Plata, recuperado da covid-19, mas tem ainda em dúvida o lateral esquerdo Nuno Mendes e o avançado Jovane Cabral, ambos devido a problemas físicos.

As atenções vão igualmente estar viradas para Pedro Gonçalves, que tem sido a grande figura do Sporting e da I Liga até ao momento, com nove golos, incluindo um 'bis' na última ronda frente ao Moreirense (2-1), que colocam o médio português no topo da lista dos melhores marcadores.

Atualmente no 10.º lugar, o Famalicão registou um início bastante irregular de campeonato, com apenas duas vitórias em oitos jogos, apresentando a pior defesa da prova, com 16 golos e o quinto melhor ataque, com 11, atrás dos quatro primeiros classificados.

Em casa, a formação de João Pedro Sousa tem apenas um triunfo, em quatro jogos, mas também só por uma vez foi derrotada, perante o Benfica, por 5-1, na jornada inaugural.

Também no sábado, o FC Porto, dias depois de ter garantido o acesso aos oitavos de final da Liga dos Campeões, recebe o Tondela, 14.º classificado e equipa que até agora só conseguiu somar um ponto nos jogos fora de casa.

Os campeões nacionais, que ainda não sabem se podem voltar a contar com o capitão Pepe, ausente nas últimas semanas devido a lesão, estão no quarto posto, a seis pontos do Sporting e procuram a terceira vitória seguida no campeonato.

No domingo, já com conhecimento dos resultados de Sporting e também FC Porto, o Benfica, que garantiu na quinta-feira a qualificação para os 16 avos de final da Liga Europa, defronta no Estádio da Luz o Paços de Ferreira, que aparece num surpreendente quinto lugar e que, esta temporada, já fez vida difícil aos 'dragões', com uma vitória por 3-2, na Mata Real.

Depois de uma fase problemática, com duas derrotas seguidas (Boavista, 3-0, e Sporting de Braga, 3-2), os 'encarnados' regressaram aos triunfos na última jornada, na Madeira, com o Marítimo (2-1), e procuram consolidar essa recuperação perante os 'castores'.

Recuperado da infeção pelo novo coronavírus, o médio Taarabt vai poder voltar às opções de Jorge Jesus.

O Paços de Ferreira, de Pepa, chega à Luz, com quatro vitórias e um empate nas últimas cinco jornadas e apenas por uma vez foi derrotado fora de portas.

À mesma hora (20:00), o Sporting de Braga, também já qualificado na Liga Europa, vai tentar chegar à sétima vitória seguida perante o 'rei dos empates', o Belenenses SAD, que tem cinco em oito jogos, e já leva sete jogos seguidos sem ganhar (só venceu na primeira jornada no terreno do Vitória de Guimarães). Os 'azuis' têm mesmo o pior ataque da I Liga, com apenas três golos.

A ronda arranca no sábado com dois jogos às 15:30 (Vitória de Guimarães -- Portimonense e Moreirense - Gil Vicente) e termina na segunda-feira com o lanterna-vermelha Farense a receber no Algarve o Marítimo.

  • A árdua experiência com a sustentabilidade 

    Mundo

    E se alguém lhe dissesse que passaria a viver num quarto, com eletricidade apenas para pequenos utensílios domésticos, sem aquecimento central, ar condicionado ou água quente. Teria apenas três conjuntos de roupa, sem máquina de lavar ou secar, faria dieta local sem produtos de origem animal e não andaria de automóvel nem de avião?

    Opinião

    João Abegão