Desporto

PSG- Basaksehir. Jornalista romeno afirma que Webó chamou "cigano" aos árbitros

CHARLES PLATIAU

Emanuel Rosu acrescenta que não foi o quarto árbitro quem proferiu as declarações racistas.

Um jornalista desportivo romeno avança, através da sua conta de Twitter, que não terá sido o quarto árbitro, Sebastian Coltescu, a proferir as declarações de teor racista que marcaram o jogo entre o PSG e o Basaksehir, na noite desta terça-feira. Segundo escreve Emanuel Rosu, a frase terá sido dita por um dos árbitros assistentes.

“Fontes próximas dos árbitros disseram-me que é o árbitro assistente Octavian Sovre que se ouve nas gravações e NÃO Coltescu. Para além disso, os árbitros romenos acusam Webó de lhes chamar ‘ciganos’ desde o segundo minuto, sendo essa a razão para o ‘não é possível’”, escreve o jornalista.

A explicação surge associada a um vídeo onde se pode ouvir os árbitros a falar entre si.

“O negro ali. Vai e confirmas quem ele é. O negro ali ao fundo, não é possível agir assim”, pode ouvir-se.

Para justificar a afirmação de que Webó apelidou os árbitros romenos de ciganos, o jornalista isolou uma parte da transmissão televisiva do jogo onde se ouve alguém afirmar que, no seu país, “os romenos são ciganos”. No entanto, não é possível identificar o autor desta declaração.

"Inicialmente, eu pensava que tinha sido Topal a dizer, através da leitura dos lábios. Eu não tenho a certeza da identidade de quem o disse, por isso não avançou nenhum nome", pode ainda ler-se na publicação.

Emanuel Rosu acompanhou o incidente em direto na sua conta de Twitter, lembrando que Sebastian Coltescu tinha sido “removido da lista da FIFA há duas semanas”, sendo o jogo entre o PSG e o Basaksehir a sua última participação no campeonato europeu. Para além disso, o jornalista romeno avança ainda que Coltescu “é uma pessoa emocionalmente frágil, que tentou acabar com a sua vida há 12 anos”.

O jogo entre o PSG e o Basaksehir foi interrompido esta terça-feira, aos 14 minutos, depois do treinador adjunto da equipa turca acusar o quarto árbitro de um ato de racismo. As duas equipas acabaram por abandonar o relvado, tendo o jogo da sexta jornada da Champions sido retomado esta quarta-feira.