Desporto

Rio Ave vence Famalicão e segue em frente na Taça de Portugal

MANUEL FERNANDO ARAÚJO

Rio Ave junta-se ao Sporting e Académico de Viseu nos oitavos de final da prova.

O Rio Ave venceu este sábado o Famalicão, por 2-1, em jogo muito equilibrado da quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e avançou para os oitavos de final da prova.

O encontro, entre duas equipas do escalão principal do futebol português, começou equilibrado, com os primeiros minutos a jogarem-se muito no meio campo. No entanto, a equipa da casa foi ganhando ritmo, conseguindo subir no terreno.

Aos nove minutos, aconteceu a primeira oportunidade de golo, precisamente para o Rio Ave, com Diego Lopes a rematar forte à baliza, mas um atento Luiz Júnior a evitar o golo.

No entanto, dois minutos depois, o guardião já nada conseguiu fazer para segurar Gelson Dala, que, após um cruzamento na direita de Carlos Mané, apareceu na área e, de cabeça, inaugurou o marcador.

Seguiram-se, até à meia hora de jogo, uma série de oportunidades para o Rio Ave poder aumentar a vantagem: aos 15 minutos, Francisco Geraldes atirou a bola que acabou por rasar o poste e, aos 31 minutos, Diego Lopes isolou-se, deixando a bola para Gelson Dala que, com a baliza completamente aberta, não conseguiu fazer o pontapé.

Nos minutos finais do primeiro tempo, a partida voltou a equilibrar novamente, com o Famalicão a conseguir reagir e a chegar à baliza de Léo Vieira, ainda que sem sucesso.

Já no segundo tempo, aos 65 minutos, a formação famalicense teve mesmo a oportunidade de chegar à igualdade. Depois de uma saída da baliza de Léo Vieira, a antecipar-se ao avançado, a bola acabou por sobrar para Bruno Jordão que, de fora da área, sem ninguém na baliza, falhou o alvo por muito pouco.

Na resposta, o Rio Ave quase fazia o segundo: Geraldes arrancou do meio campo completamente isolado, mas no frente a frente com Luiz Júnior permitiu a defesa. Na recarga, Gelson Dala rematou à malha lateral.

A equipa da casa voltaria a marcar, aos 74 minutos. Após um cruzamento na esquerda de Pedro Amaral para a 'cabeçada' de Gelson Dala ao poste, Diego Lopes surgiu oportuno e encostou para o segundo.

Nos minutos finais, o Famalicão reduziu com um bom golo de Gil Dias, mas não foi o suficiente para evitar a eliminação da Taça de Portugal.