Desporto

Vasco Seabra rende César Peixoto no comando técnico do Moreirense

MANUEL FERNANDO ARAUJO

César Peixoto abandonou o comando do clube por iniciativa própria.

O treinador Vasco Seabra, que abandonou o Boavista no mês passado, vai substituir César Peixoto no comando técnico do Moreirense, assinando até ao final da próxima época, anunciou esta quarta-feira o clube da I Liga de futebol.

"O Moreirense SAD informa que chegou a acordo com Vasco Seabra para assumir o comando da equipa, tendo rubricado um contrato válido por uma época e meia. Nuno Diogo, Cláudio Botelho e Bruno Pereira juntam-se a Leandro Mendes e Paulo Lobo na equipa técnica", lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos minhotos na Internet.

César Peixoto, de 40 anos, abandonou o comando técnico do Moreirense por iniciativa própria no sábado, na véspera da derrota frente ao campeão nacional FC Porto (3-0), num encontro da 12.ª jornada orientado de forma interina pelo adjunto Leandro Mendes.

Quatro dias antes, o ex-futebolista internacional português tinha alcançado a primeira vitória ao serviço dos 'cónegos' para a I Liga, na receção ao Santa Clara (1-0), após duas derrotas e outros tantos empates, intercalados com dois triunfos na Taça de Portugal.

César Peixoto rendeu em 10 de novembro Ricardo Soares, atual treinador do Gil Vicente, e cumpria a estreia na elite do futebol luso, depois de ter orientado Varzim, Académica e Desportivo de Chaves na II Liga, deixando os minhotos no 11.º posto, com 13 pontos.

A estreia de Vasco Seabra está agendada para sábado, no dérbi concelhio frente ao Vitória de Guimarães da 13.ª jornada da I Liga, três dias antes de nova receção ao primodivisionário Santa Clara, desta vez para os oitavos de final da Taça de Portugal.

O técnico natural de Paços de Ferreira chega a Moreira de Cónegos depois de ter comandado durante quase quatro meses o Boavista, que abandonou à nona jornada, na 15.ª posição, com oito pontos, fruto de uma vitória, cinco empates e três derrotas.

Vasco Seabra, de 37 anos, vai abraçar a terceira experiência na I Liga, após ter treinado o Paços de Ferreira de dezembro de 2016 a outubro de 2017, num percurso iniciado no Lixa e prosseguido em Famalicão, na equipa sub-23 do Estoril Praia e no Mafra.