Desporto

Tiger Woods submetido a uma cirurgia "longa" devido a lesões na perna

JUSTIN LANE

O jogador de golfe profissional foi hospitalizado esta terça-feira de manhã após um acidente de automóvel.

O golfista norte-americano Tiger Woods, que sofreu na terça-feira um acidente de viação perto de Los Angeles, nos Estados Unidos, foi submetido a uma "longa" cirurgia devido a lesões no pé, tornozelo e tíbia da perna direita.

"(Woods) passou por uma longa cirurgia na perna direita e no tornozelo depois de ser levado para o hospital", disse a equipa do golfista num comunicado publicado na rede social Twitter.

Na nota, o diretor médico do Harbor-UCLA Medical Center e o diretor Executivo Interino, Anish Mahajan, explicaram que Woods "sofreu grandes lesões ortopédicas que foram tratadas durante uma cirurgia de emergência por especialistas em trauma ortopédico".

A equipa de Woods disse que o jogador de golfe está "acordado, recetivo e a recuperar no hospital".

Na terça-feira, o departamento do xerife de Los Angeles County disse que Tiger Woods, que era o único ocupante do veículo, teve de ser desencarcerado.

Imagens do local, gravadas por um helicóptero de uma televisão local, mostram o carro caído numa encosta, com grandes danos na frente e com os airbags aparentemente acionados.

Num comunicado enviado à Golf Digest, o agente de Tiger Woods, Mark Steinberg, disse que o golfista esteve envolvido num acidente e sofreu "múltiplas lesões nas pernas".

Tiger Woods, de 45 anos, é considerado um dos melhores golfistas da história, tendo já conquistado 82 títulos no circuito norte-americano PGA - recorde igualado com Sam Snead - e 15 'majors'.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros