Desporto

Polícia realiza buscas nas instalações do FC Barcelona

Albert Gea

Polícia fez quatro detenções: Josep Maria Bartomeu, Óscar Grau, Román Gómez Pontí e Jaume Masferrer.

A polícia da Catalunha, também conhecida como Mossos d'Esquadra, está hoje a realizar buscas nas instalações do FC Barcelona, no âmbito do BarçaGate.

Os escritórios de Camp Nou foram encerrados para facilitar o trabalho das autoridades.

O caso BarçaGate está ligado a um caso em que o clube catalão terá, alegadamente, contratado a empresa I3 Venture, durante três anos, com a finalidade de denegrir publicamente a imagem de alguns jogadores, ex-jogadores e figuras da oposição.

Já em julho do ano passado, a polícia espanhola tinha estado em Camp Nou para recolher informações sobre o caso.

Quatro detidos

De acordo com a Cadena SER, a polícia realizou quatro detenções: Josep Maria Bartomeu (ex-presidente do FC Barcelona), Óscar Grau (atual diretor-geral do clube); Román Gómez Pontí (responsável pelos serviços jurídicos) e Jaume Masferrer (antigo diretor da presidência).

Bartomeu, de 58 anos, foi presidente do Barça entre 2014 e 2020, com Carles Tusquets a sucedê-lo, de forma interina, a partir de outubro do ano passado, após muita pressão de adeptos e até de atletas, como o futebolista argentino Lionel Messi, que "ameaçou" sair no verão de 2020.

  • "Quando cheguei ao hospital estava a ter um enfarte"

    Olhar pela Saúde

    Anos a fio de uma alimentação à base de gorduras e excesso de sal, tabagismo e sedentarismo fizeram com que José Santos fosse parar a uma cama de hospital aos 48 anos. O diagnóstico: enfarte agudo do miocárdio provocado por colesterol elevado e hipertensão arterial. Vários hábitos tiveram de mudar e as idas ao médico passaram a ser mais frequentes.

    Exclusivo Online

    Bárbara Ferreira

  • 2:33