Desporto

Benfica é o clube português que mais gasta em comissões

Quality Sport Images

No último ano, as águias gastaram 20,3 milhões de euros.

O Benfica gastou 20,3 milhões de euros entre 1 de abril de 2020 e 31 de março deste ano, o valor mais alto entre os clubes profissionais em Portugal, anunciou esta quinta-feira a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Na tabela divulgada esta quinta-feira pela FPF, nota para o valor gasto pela SAD dos 'encarnados', que enquanto clube gastaram ainda mais 61,8 mil euros, pelo futebol feminino.

O valor está bem acima do campeão nacional FC Porto, que gastou 15,4 milhões com intermediários em transferências e atos contratuais, enquanto o Sporting de Braga fecha o 'pódio' com 9,9 milhões.

Os minhotos estão acima do líder do campeonato, o Sporting, que desembolsou 8,5 milhões, e foram o único dos principais clubes a gastar mais do que no período homólogo anterior.

Todos os outros decresceram, com as 'águias' a serem os que efetivaram a maior redução, de 34,2 milhões para 20,3 milhões. 'Dragões' baixaram de 23,7 milhões para 15,4 milhões, e os 'leões' passaram de 15,9 milhões para 8,5 milhões.

O único clube também acima do milhão de euros na lista é o Vitória de Guimarães, com 2,3 milhões, enquanto o Portimonense é o único clube da I Liga que não figura na tabela com qualquer negócio.

A maior verba apontada de uma sociedade desportiva na II Liga é a do Estoril Praia, com 246,6 mil. Na lista, nota para os 60 mil euros gastos pelo Santa Cruz Alvarenga, das distritais de Aveiro.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros