Desporto

Sérgio Ramos lesiona-se e falha jogos com Liverpool e Barcelona

Sergio Ramos, jogador do Real Madrid

SERGIO PEREZ

O jogador do Real Madrid lesionou-se ao serviço da seleção espanhola.

Sergio Ramos lesionou-se ao serviço da seleção espanhola e deverá falhar os jogos do Real Madrid contra Liverpool, para a Liga dos Campeões, e FC Barcelona, para o campeonato espanhol, anunciaram hoje o clube e o futebolista.

De acordo com o Real Madrid, terceiro classificado da 'La Liga', Sergio Ramos, de 35 anos, sofreu "uma lesão muscular na parte interna da perna esquerda", depois de ter disputado, na quarta-feira, os minutos finais do jogo entre Espanha e Kosovo (3-1), de apuramento para o Mundial2022.

O Real Madrid não indicou o tempo de paragem previsto para o defesa, que recentemente voltou aos relvados após uma cirurgia ao joelho esquerdo, e que foi pouco utilizado pelo selecionador nos últimos três compromissos da seleção espanhola.

"O que mais de dói é não poder ajudar a minha equipa nestes dois jogos altamente exigentes e nos quais a nossa época está em jogo", escreveu o jogador, na rede social Instagram.

O Real Madrid defronta na próxima terça-feira o Liverpool, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, e volta a encontrar os campeões ingleses em 14 de abril, para o encontro da segunda mão.

Para a liga espanhola, os 'merengues' jogam no sábado com o Eibar, e defrontam em 10 de abril o FC Barcelona, segundo classificado da prova, atrás do líder Atlético de Madrid.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros