Desporto

Lille vence Paris Saint-Germain e isola-se na liderança da Liga francesa

Benoit Tessier

O português Tiago Djaló e Neymar foram expulsos aos 90 minutos.

Um golo do avançado Jonathan David permitiu ao Lille vencer este sábado o tricampeão Paris Saint-Germain (1-0) no Parque dos Príncipes e isolar-se no comando da Liga francesa de futebol, num encontro em que o português Tiago Djaló foi expulso.

O Lille e o finalista da Liga dos Campeões de 2019/20 partilhavam a liderança da prova à partida para a 31.ª jornada e quando, aparentemente, o emblema parisiense poderia ter algum favoritismo, acabou surpreendido em casa, com o único golo a surgir pelo canadiano Jonathan David, à passagem do minuto 20.

Além da expulsão do defesa luso, por acumulação de cartões amarelos, já em período de descontos da segunda parte, também o Paris Saint-Germain, que esteve privado do lesionado Danilo Pereira, viu o brasileiro Neymar ir mais cedo para os balneários, no minuto anterior.

Nos 'dogues', José Fonte e Renato Sanches alinharam de início, já Xeka não constou na ficha de jogo.

Este regresso aos triunfos permitiu ao Lille assumir a liderança da Ligue 1, com 66 pontos, mais três do que o Paris Saint-Germain, segundo colocado, e mais quatro do que o Mónaco, que ocupa provisoriamente o terceiro lugar, depois de ter goleado na receção ao Metz, por 4-0.

Com os portugueses Gelson Martins e Florentino em campo a partir do minuto 76, o emblema monegasco ascendeu ao último lugar do pódio, por troca com o Lyon, que soma 60 pontos e visita este sábado o Lens.

Num encontro em que os golos aconteceram apenas no segundo tempo, o espanhol Cesc Fabregas adiantou o emblema monegasco, aos 50 minutos, na conversão de uma grande penalidade, uma vantagem dilatada pelo germânico Kevin Volland, instantes depois.

Já com a dupla lusa em campo, o também suplente utilizado Ben Yedder foi a tempo de bisar (77’ e 89’), apontado o último golo do encontro de penálti, frente a um adversário que terminou o jogo com menos um elemento, face à expulsão do ganês John Boye (87’), e que não vence há quatro partidas, ocupando o nono posto, com 42 pontos.