Desporto

Real Madrid vence Eibar e segue na perseguição ao líder Atlético de Madrid

Susana Vera

Real Madrid subiu à condição ao segundo lugar da Liga espanhola.

O Real Madrid subiu este sábado, à condição, ao segundo lugar da Liga espanhola de futebol e colocou-se a três pontos do líder Atlético de Madrid, ao vencer por 2-0 na receção ao 'aflito' Eibar, em jogo da 29.ª jornada.

Em vésperas de receber o Liverpool, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, na terça-feira, os 'merengues' inauguraram o marcador aos 41 minutos, através de Marco Asensio, que pouco antes tinha visto um golo ser-lhe anulado, por fora de jogo.

No segundo tempo, o francês Karim Benzema marcou o 18.º tento na prova e fixou o resultado, aos 73 minutos, dando a melhor sequência a um cruzamento do brasileiro Vinícius Júnior, que tinha sido 'lançado' por Zinedine Zidane cinco minutos antes.

A uma semana do clássico com o FC Barcelona, agendado para 10 de abril, os campeões espanhóis, com 63 pontos, ultrapassaram os catalães (62), que têm menos um jogo, e colocaram-se a três do líder Atlético de Madrid (66), que no domingo vai ter uma visita de 'alto risco' ao Sevilha.

Já o Eibar, que contou com os portugueses Paulo Oliveira, Rafa Soares, ambos titulares, e Kévin Rodrigues, leva 12 partidas sem vencer e segue em zona de despromoção, no 19.º e penúltimo posto, com 23 pontos.

O Villarreal subiu provisoriamente ao quinto lugar, com 46 pontos, graças a uma vitória por 3-0 em Granada, com 'carimbo' exclusivo do avançado Gerard Moreno, autor dos três golos do 'submarino amarelo', aos nove, 18 e 60 minutos, o primeiro e o terceiro de grande penalidade.

Moreno passou a somar 19 golos em La Liga, dividindo com o uruguaio Luis Suárez (Atlético de Madrid) o segundo posto da lista dos melhores marcadores, que é liderada pelo argentino Lionel Messi (FC Barcelona), com 23.

O guarda-redes Rui Silva e o central Domingos Duarte voltaram a ser titulares na equipa do Granada, enquanto Domingos Quina não saiu do banco de suplentes dos andaluzes, que seguem no oitavo posto, com 36 pontos, e na quinta-feira recebem o Manchester United, para os 'quartos' da Liga Europa.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros