Desporto

Trio português conquista Supertaça da Lituânia de futebol

Elvis Zaldaris

João Luís, Luís Olim e Rafael Floro conquistaram a Supertaça ao serviço do FK Panevezys.

O FK Panevezys, dos treinadores portugueses João Luís e Luís Olim (adjunto) e do lateral esquerdo Rafael Floro, conquistou este sábado a Supertaça da Lituânia de futebol, nas grandes penalidades.

Após um empate a duas bolas no final do tempo regulamentar com o Zalgiris, foi nas grandes penalidades que os portugueses celebraram pela segunda vez ao serviço da formação da cidade de Panevezys.

O guardião brasileiro Rafael Broetto, que passou pelo Marítimo (2016/17 a 2017/18), sem contabilizar qualquer minuto oficial ao serviço dos 'verde rubros', foi a figura do jogo, apesar de só ter entrado para as grandes penalidades, tendo impedido o golo do adversário em quatro ocasiões.

O treinador João Luís, que em outubro de 2020 fez história ao vencer a Taça da Lituânia, o primeiro troféu do FK Panevezys, clube fundado em 2015, juntou, em janeiro, o também madeirense Luís Olim à sua equipa técnica para desempenhar a função de treinador adjunto.

A final da Supertaça estava inicialmente prevista para dia 27 de fevereiro, mas foi adiada devido ao aparecimento de casos positivos para covid-19 nos dois emblemas.

Para além da Liga lituana, o Zalgiris era o atual detentor do título em disputa, sendo a equipa com mais Supertaças conquistadas, contabilizando sete, das quais seis foram conquistadas nos últimos 10 anos.

O Zalgiris, abriu o ativo já o relógio batia a primeira meia hora de jogo, com Joel Bopesu a encontrar Tomislav Kis livre de marcação no coração da grande área.

O avançado croata, ainda de pé quente, voltou a marcar volvidos cinco minutos, 'bisando' na sequência de um remate à entrada da grande área, que, ao sofrer um desvio na defesa do Panevezys, deixou o guardião sem qualquer hipótese de defesa.

A formação orientada pela dupla madeirense mexeu no marcador ainda antes do descanso, após castigo máximo assinalado ao Zalgiris por falta de Marko Karamarko sobre o brasileiro Elivelto, à passagem do minuto 44. Ernestas Veliulis assumiu a responsabilidade e reduziu no último lance do primeiro tempo.

O Panevezys voltou a discutir o resultado com golo, aos 49 minutos de Elivelto, que encheu o pé, atirando à entrada da grande área, deixando o marcador empatado a duas bolas, resultado que se arrastou até ao final da fase regular.

Para o campeonato, a dupla madeirense mantém-se invicta na segunda posição da tabela, em igualdade pontual com o primeiro, o Kauno Zalgiris, que detém nove pontos.

Presidente da FPF felicita portugueses

"Fernando Gomes deixa uma mensagem de felicitação aos vencedores e manifesta o seu profundo orgulho e gratidão por mais uma clara demonstração do talento português a vingar no estrangeiro", pode ler-se numa nota publicada no 'site' oficial da FPF na Internet.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros