Desporto

Treinos livres de MotoGP arrancam em Portimão

Rafael Marchante/ Reuters/ ARQUIVO

O piloto português Miguel Oliveira chega a esta ronda no 14.º lugar da classificação.

O Grande Prémio de Portugal de MotoGP arranca hoje, no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, com a disputa das primeiras duas sessões de treinos livres de MotoGP, com Miguel Oliveira, Moto2 e Moto3.

O circuito algarvio acolhe a prova do Mundial de Velocidade em motociclismo pelo segundo ano consecutivo, cinco meses depois de ter sido o palco da vitória do piloto português Miguel Oliveira (KTM) na prova da categoria rainha, no derradeiro evento de 2020.

Este ano, o GP de Portugal é a terceira das 19 provas do Mundial confirmadas até ao momento, numa temporada ainda marcada pelas restrições provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

Depois de duas rondas disputadas no circuito de Losail, no Qatar, em que terminou em 13.º e 15.º, respetivamente, o piloto português espera repetir este fim de semana a prestação de novembro, em que conquistou 'pole position' e vitória, numa corrida em que ainda assinou a volta mais rápida.

A partir das 09:00 horas, começam as primeiras sessões de treinos livres, enquanto da parte da tarde se disputam as segundas sessões (FP2), com os pilotos a temerem as previsões de aguaceiros.

Miguel Oliveira chega a esta ronda no 14.º lugar da classificação, com quatro pontos somados, a 36 do líder, o francês Johann Zarco (Ducati).

O GP de Portugal assinala, ainda, o regresso do espanhol Marc Márquez (Honda) à competição, nove meses depois de ter sofrido uma fratura do úmero do braço direito, na ronda de abertura do campeonato de 2020, no circuito espanhol de Jerez de la Frontera.

  • 4:18
  • Está a pagar um valor justo pelo seu seguro multirriscos?
    8:25
    Contas Poupança

    Contas Poupança

    Muitos portugueses podem estar a pagar a mais de seguros multirriscos, sem necessidade. No ano passado, o Contas-Poupança mostrou como podia fazer a conta para saber se estava a pagar o preço justo. Mas era um cálculo complicado. Agora há um simulador que em poucos minutos lhe diz quanto é que a seguradora lhe vai pagar se precisar de reconstruir a sua casa.