Desporto

Sapir Berman faz história em Israel ao tornar-se no primeiro árbitro transgénero

Sapir Berman

ABIR SULTAN

A mudança de sexo foi anunciada por Berman na semana passada.

Sapir Berman, de 26 anos, fez história, esta segunda-feira, ao arbitrar, pela primeira vez desde que se tornou transgénero, um jogo de futebol da Primeira Liga de Israel.

A mudança de sexo foi anunciada por Berman na semana passada. A Associação de Futebol de Israel manifestou o seu apoio e nomeou Sapir Berman para o jogo entre Hapoel Haifa e Beitar Jerusalém, que terminou com a vitória da equipa da casa por 3-1.

"Este é o primeiro passo de uma longa e maravilhosa jornada. Sapir, estamos orgulhosos de fazer isto consigo", escreveu a Associação de Futebol de Israel no Twitter.

Numa entrevista realizada na altura em que anunciou que era transgénero, Berman, disse que sempre se viu como uma mulher, mesmo quando ainda era muito jovem.

"Fui bem-sucedido como homem tanto na associação de árbitros, na escola ou com as mulheres. Para a minha família eu era um homem, mas quando estava sozinha, era uma mulher. Decidi separar as coisas porque achei que a sociedade não me aceitaria e que não estaria do meu lado. Vivi assim 26 anos", acrescentou.

Sapir Berman confidenciou aos jornalistas que os jogadores de futebol já a começaram a tratar como mulher.

"Eles sentem que querem de alguma forma participar no processo. Então eu agradeço", disse Berman.

Sapir Berman

Sapir Berman

ABIR SULTAN