Desporto

Neno, o "Julio Iglesias das balizas"

Vítor Lopes

Vítor Lopes

Jornalista

Amigos lamentam a morte prematura do antigo guarda-redes

A música e o futebol estiveram sempre de mãos dadas na vida do homem que nasceu em Cabo Verde e que veio para Portugal com a família após o 25 de abril de 1974.

Jogou pela seleção nacional nove vezes, representou ao nível de clubes, Barreirense, Vitória de Setúbal, Benfica e Vitória de Guimarães, onde era atualmente o diretor de Relações Internacionais do clube.

Era um homem de consensos, e deixou amigos por onde passou.

Morreu de doença súbita aos 59 anos.