Desporto

Milhares de pessoas no último adeus a Neno

O guarda-redes de 59 anos faleceu na passada quinta-feira.

A cidade de Guimarães despediu-se, esta tarde, de Neno. Milhares de pessoas acompanharam, em cortejo, o corpo do antigo guarda-redes até ao cemitério de Monchique.

Junto à estátua de D. Afonso Henriques foram colocadas fotografias, equipamentos e cachecóis de diferentes proveniências para prestar tributo a Adelino Barros, nome real de Neno.

Conquistou a admiração de gente anónima e dos muitos amigos pelo sorriso e pela mestria entre os postes das balizas que defendeu.

Com os presidentes do Vitória e da Câmara de Guimarães à frente do cortejo fúnebre, milhares de adeptos e simpatizantes do clube aplaudiram, pela última vez, o guarda redes de 59 anos.

O falecimento de Neno, na passada quinta-feira, apanhou toda a gente de surpresa. O corpo está sepultado no cemitério de Monchique, em Guimarães.

Veja mais: