Desporto

Cervi diz que reencontro com antigo treinador ajudou na ida para o Celta de Vigo

Pedro Nunes

Futebolista Franco Cervi deixa Benfica e é reforço do Celta de Vigo.

O futebolista internacional argentino Franco Cervi, anunciado esta segunda-feira como reforço do Celta de Vigo, reconheceu ser determinante o reencontro com o treinador Eduardo 'Chacho' Coudet para assinar pelo clube galego.

"Tive os meus primeiros passos na Argentina com ele [Coudet] como treinador e vivemos grandes momentos. Espero que neste clube, nesta nova etapa, possamos viver novamente grandes momentos", disse o extremo argentino.

Na carreira, Cervi foi treinado por Coudet no Rosario Central em 2015 e 2016, antes de se transferir para o Benfica, clube que representou nas últimas cinco épocas.

O Benfica anunciou esta segunda-feira a saída do jogador para o Celta de Vigo, num acordo confirmado pelo clube espanhol, mas sem que qualquer das partes indicasse os valores do negócio, que a imprensa espanhola diz rondarem os 4,5 milhões de euros.

Cervi, que chegou ao Benfica em 2016/17, então para colmatar a saída de Gaitán, tinha perdido 'espaço' na equipa 'encarnada', especialmente na última época, sob o comando de Jorge Jesus, em que o jogador esteve em 21 jogos e apenas a titular em nove.

O extremo, de 27 anos, que assina um contrato válido até 2024, disse também estar "com muita vontade" de começar a trabalhar no Celta, equipa que diz ter "muita qualidade".

"Vi jogos da última época e há muita qualidade em todos os jogadores. Estou muito feliz e muito agradecido ao clube, por ter confiado em mim", disse o jogador, citado pelos canais de comunicação do clube, agradecendo igualmente ao Benfica por facilitar a sua saída.