Desporto

"Estou mais maduro". Esgaio diz que regresso ao Sporting é um "sentimento incrível"

Ricardo Esgaio é a primeira contratação oficial do Sporting para a nova época.

O futebolista português Ricardo Esgaio definiu esta segunda-feira o regresso ao Sporting como um "sentimento incrível", após quatro épocas, durante as quais "amadureceu" ao serviço do Sporting de Braga.

"É muito bom estar de volta"

"É um sentimento incrível, passado quatro anos, voltar a esta casa que me formou enquanto jogador e homem. Passei muito tempo na Academia e sou o que sou hoje muito devido a isso. É muito bom estar de volta", revelou o defesa lateral direito, de 28 anos, aos meios de comunicação dos 'leões', durante a apresentação oficial.

Esgaio deixou o clube lisboeta em 2017 rumo aos bracarenses, mas assegura que, agora, já "sabe lidar com a pressão".

"Antes de sair para o Sporting de Braga não era um jogador tão maduro como sou hoje. Estou mais maduro, consigo ser bastante profissional em qualquer situação. Sei lidar com o jogo e com a pressão, consigo estar mais tranquilo", explicou o jogador, que foi contratado por 5,5 milhões de euros, ficando com uma cláusula de rescisão fixada em 45 ME.

No clube campeão nacional, Ricardo Esgaio vai lutar por um lugar na lateral direita com o espanhol Pedro Porro e reencontrar o técnico Rúben Amorim.

"O míster privilegia o coletivo e isso ficou bem ciente na época passada"

"Sabemos que com o míster Rúben Amorim quem trabalha bem, joga, seja A, B ou C. Isso é muito bom porque qualquer jogador que consiga trabalhar bem está sempre preparado para jogar. O míster privilegia o coletivo e isso ficou bem ciente na época passada. Não é por me conhecer ou por ser contratação do clube que vai mudar alguma coisa", indicou.

Com contrato assinado para as próximas cinco temporadas, o defesa enalteceu a aposta do clube na formação e recordou a temporada passada.

"O Sporting sempre foi conhecido por apostar nas camadas jovens, nos miúdos novos, e cada vez mais é assim. A época passada foi prova disso e é muito bom, não só para a equipa principal como para o clube. É uma forma de potenciar os jovens. Se tiverem mais oportunidades, vão conseguir ser melhores jogadores e ajudar o clube a crescer da melhor forma", terminou.

  • Merkel: mãe e verbo da Alemanha moderna

    Angela Merkel

    Carinhosamente chamada pelos alemães de "Mutti" (mãe), protagonizou um estilo único de fazer política na Alemanha. Não era uma grande oradora, nem fazia discursos inspiradores, mas a postura pragmática valeu-lhe respeito e admiração. "Merkeln" passou a ser verbo na Alemanha, em alusão à forma como a chanceler toma decisões.

    Ana Luísa Monteiro