Desporto

Roma apresenta Mourinho. Cerimónia realizou-se na Praça do Capitólio

SIC

A partir desta sexta-feira, os treinos acontecem duas vezes por dia.

O treinador português José Mourinho foi hoje apresentado pela Roma. A cerimónia de apresentação realizou-se na Praça do Capitólio.


O treinador português esteve em quarentena durante cinco dias, depois de chegar à cidade de Roma, onde foi preparado um grande evento para a sua apresentação.

Depois de falar com a imprensa, Mourinho irá regressar ao centro de treinos para dirigir o primeiro treino oficial com a equipa. A partir de sexta-feira, os treinos acontecem duas vezes por dia, para entrar em forma o mais rapidamente possível. Os adeptos aguardam ansiosamente pela estreia em campo.

José Mourinho chega a Roma para "semear e ter tempo para colher"

José Mourinho disse hoje que não chega a Roma para estar de férias, e que no clube, sem ganhar há muito tempo, é preciso semear, para depois colher os frutos do trabalho.


"Chegar, trabalhar muito, semear e ter tempo para colher. São três anos de contrato, depois será a direção a decidir o futuro. Mas fundamentalmente não podemos fugir do facto de não ganharmos há tanto tempo", disse o treinador na sua apresentação.


Mourinho não prometeu títulos e foi cauteloso, rejeitando a expressão latina 'Veni, vidi, vici' [Chegar, ver e vencer] , naquela que é a sua segunda passagem pelo futebol italiano, depois de ter orientado o Inter de Milão, entre 2008 e 2010.


O treinador português preferiu prometer trabalho, para perceber a razão pela qual não se ganha ou porque é que a Roma ficou na última época em sétimo lugar, quando era treinada pelo também português Paulo Fonseca, a 29 pontos do campeão Inter de Milão.

"Não podemos escapar desta realidade, mas queremos perceber porquê? Estamos a falar de tempo, é uma palavra-chave neste projeto, mas se pudermos acelerar este processo, melhor", acrescentou.


No arranque da conferência, o treinador português começou, depois de agradecer a receção dos adeptos, por sublinhar que a cidade se confunde com o clube, e essa é uma responsabilidade que tem, mas que não está de férias.


"A cidade é maravilhosa, confunde-se a cidade com o clube, é uma responsabilidade que sinto, mas não estamos aqui de férias", disse.


Em relação ao trabalho, Mourinho disse também que a primeira coisa que fará será conhecer o grupo, porque não se pode mudar sem conhecer e que hoje é o primeiro dia.


O treinador chega à Roma quando a seleção italiana é finalista do UEFA Euro 2020, contexto que o treinador disse ser importante para ajudar na evolução do futebol transalpino.


"A Itália está na final do Euro 2020 e apenas o Verratti não joga na Serie A. No estrangeiro as pessoas não olham para a Serie A como uma liga de topo. Eu também vou tentar contribuir para a evolução do futebol italiano", prometeu.


Em comparação com a sua anterior passagem pelo 'Calcio', Mourinho disse estar, 11 anos depois, mais maduro, porque é esse o ciclo natural do ser humano.


"Sou melhor pessoa e melhor treinador. Enquanto pessoas devemos sentir dessa maneira, se os anos não nos fazem melhores pessoas e profissionais então algo está errado. Existe mais maturidade, mas o ADN não muda, basicamente sou o mesmo", considerou.