Desporto

"Há a possibilidade de Vieira ser destituído do cargo em Assembleia Geral"

Comentador da SIC Joaquim Rita na Edição da Tarde sobre a suspensão de funções de Luís Filipe Vieira como presidente do Benfica. 

O comentador da SIC Joaquim Rita considera que a suspensão de funções de Luís Filipe Vieira como presidente do Benfica era a decisão "mais expectável. Defende também que Rui Costa é a opção mais "óbvia" para a SAD do clube.

"A decisão de Vieira era a mais expectável", afirma, acrescentando que anula uma medida de coação que o colocasse afastado do "dia a dia" do Benfica.

Luís Filipe Vieira suspendeu, esta sexta-feira, funções como presidente do Benfica. A decisão foi anunciada pelo advogado do dirigente. A direção do clube da Luz vai deliberar os próximos passos.

"Há a possibilidade de ser destituído do cargo em Assembleia Geral", explica o comentador da SIC.

Na Edição da Tarde, Joaquim Rita considera que Rui Costa é a "opção mais obvia para tomar o leme" da SAD do Benfica. No entanto, aponta para outra pessoa: "Creio que este, apesar de tudo, não devia ser o momento de Rui Costa. Creio que devia ser o momento do presidente da Assembleia Geral".

"Não faz sentido que o modelo de gestão de Vieira permaneça no Benfica quando Vieira está suspenso. Vieirismo, do meu ponto de vista, só pode prejudicar o Benfica", afirma.

Joaquim Rita lembra que o Benfica tem um empréstimo obrigacionista, no valor de 20 milhões de euros: "De hoje a oito dias, o Benfica terá de fazer face a esse empréstimo".

Veja também: