Desporto

Áudios polémicos de Florentino Pérez: Pinto da Costa e Jorge Mendes visados 

Presidente do Real Madrid também critica Ronaldo e Mourinho. Oiça aqui as gravações. 

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, acusou Pinto da Costa e Jorge Mendes de terem desviado dinheiro na transferência de Pepe para o clube espanhol, revela o jornal El Confidencial.

Pepe foi vendido pelo FC Porto ao Real Madrid por 30 milhões de euros, em 2007. Foi um dos defesas centrais mais caros que o Real Madrid contratou.

Na altura, Ramón Calderón era o presidente do clube espanhol. Agora, Florentino Pérez. atual presidente, levanta suspeitas sobre a transferência.

"Eu conheço o presidente do FC Porto, que os 30 milhões saíram daqui e foram para lá, isso é certo. Agora há que ver com a sede do banco deles para onde foram", disse Florentino Pérez num áudio divulgado pelo El Confidencial.

"O Mendes e ele (Pinto da Costa) sacaram dinheiro ao russo (Abramovich) com Mourinho, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira, e esse dinheiro levaram-no para a Suíça. Têm de dar-nos a pista dessa conta na Suíça."

Esta quarta-feira, tinham sido publicados mais áudios polémicos de Florentino Pérez, com críticas dirigidas a Cristiano Ronaldo e a José Mourinho. O presidente do Real Madrid chama-os de anormais e de mal-educados.

Florentino Pérez reage à divulgação dos áudios

Perante a divulgação das gravações, o dirigente espanhol emitiu um comunicado, no qual garante ter uma "relação magnífica" com Jorge Mendes há 15 anos: "uma relação baseada sempre na amizade e no respeito".

Garante que o seu trabalho com o Real Madrid "sempre foi muito profissional, íntegro e transparente" e sem ele não teria sido possível a chegada dos profissionais que representa ao clube.

"Especialmente, (a chegada) do Cristiano Ronaldo e do José Mourinho, quem eu admiro e com quem mantenho uma relação de carinho muito especial."

Florentino Pérez garante ainda que mantém uma "grande amizade" com o presidente do Porto, com quem teve a oportunidade de "celebrar vários acordos sempre baseados na máxima transparência".

O presidente do Real Madrid diz que as gravações foram feitas ilegalmente e que estão for a de contexto "para provocar uma interpretação que não corresponde à realidade".

  • 2:29