Desporto

Rúben Semedo sai em liberdade sob fiança de 10 mil euros

Costas Baltas

Medida de coação foi conhecida esta quinta-feira.

O futebolista Rúben Semedo foi esta quinta-feira libertado da prisão, sob o pagamento de uma fiança de 10 mil euros, anunciaram as autoridades helénicas.

O jogador do Olympiacos foi ouvido durante duas horas e meia num tribunal de Atenas e acabou por ser libertado, depois de pagar a fiança.

O internacional português fica ainda proibido de sair da Grécia até que tudo esteja devidamente esclarecido.

"Acredito que a inocência do meu cliente foi provada. Existem contradições entre os depoimentos e isso foi levado em consideração para a decisão dos juízes. Não houve indícios de violação", disse a advogada do futebolista luso, Marizana Kikiri, aos jornalistas locais, à saída do tribunal.

Segundo a imprensa grega, os juízes consideraram que os requisitos legais para Rúben Semedo ficar em prisão preventiva não foram cumpridos, após uma audiência em que o defesa central de 27 anos afirmou que as relações sexuais ocorreram com o consentimento de todos e que a jovem em causa assegurou que tinha 19 anos e não 17, a sua verdadeira idade.

Um homem de nacionalidade nigeriana, de 40 anos, também alegadamente envolvido no caso, será ouvido na sexta-feira.

Rúben Semedo foi detido na sua residência em Glyfada, nos arredores de Atenas, depois de a jovem ter apresentado queixa junto das autoridades por alegada violação.

Segundo a imprensa grega, os exames forenses não terão detetado sinais de lesões genitais.

"Não foram encontradas feridas, hematomas ou lesões recentes nos genitais nem no ânus", escreve a imprensa.

Factos que, na opinião dos advogados do jogador, eram suficientes para provar à Justiça que as relações sexuais foram consentidas, ao contrário do que diz a alegada vítima.

O TESTEMUNHO DA JOVEM

Em tribunal, a jovem garantiu ter sido abusada sexualmente pelos por Rúben Semedo e por um empresário nigeriano, uma vez que negou manter relações sexuais consentidas, como alegam os dois arguidos.

Esta é uma tese suportada pela amiga, de 16 anos, que diz tê-la ouvido gritar no quarto, enquanto dizia "não" e pedia para que a deixassem em paz, conta a imprensa grega.

Ruben Semedo já se envolveu noutros episódios polémicos e, atualmente, ainda cumpre uma pena suspensa de cinco anos após uma condenação por sequestro, agressão e ameaça com arma ilegal, em 2018.

Na altura, chegou a estar em prisão preventiva durante três meses, em Valência, Espanha.

No ano anterior, foi acusado de agredir um homem perto de uma discoteca, também em Valência. Evitou o julgamento com um acordo extrajudicial.

O internacional português também já foi apanhado a conduzir sem carta de condução.

Este mês, esteve muito perto de ser transferido para o Wolverhampton e de jogar na Premier League. O negócio foi travado pelos escândalos, com o visto de trabalho a ser-lhe negado por causa do registo criminal.

Nos últimos tempos, foi notícia um eventual interesse do FC Porto em contratar o jogador.

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros