Desporto

Mãe da jovem que diz ter sido violada por Rúben Semedo fala pela primeira vez sobre o caso

Costas Baltas

"Fui obrigada a ver este vídeo e gostaria de afirmar categoricamente que a minha filha não aparece no mesmo".

A mãe da jovem de 17 anos que diz ter sido violada pelo futebolista Rúben Semedo falou pela primeira vez sobre o caso, esclarecendo que a filha não aparece nos vídeos que andam a circular nas redes sociais e que não foi ela quem enviou a mensagem "Boa sorte na prisão! Dás-me 15 mil euros e eu não digo nada" para o Instagram do jogador português

Através de um comunicado enviado aos media gregos e citado pelo Dikastikoreportaz, a mulher revela que se manteve em silêncio porque estava "sem palavras, horrorizada e incapaz de reagir" às críticas que surgiram contra a filha nas redes sociais.

Sobre a mensagem enviada para o Instagram de Rúben Semedo, garante que não foi a filha, mas sim um dos "seus muitos seguidores" na rede social, "com quem ela trocou contacto apenas uma vez".

"Acreditamos que essa pessoa obteve a informação através do círculo de amigos da minha filha, a quem ela recorreu para falar sobre o seu problema", afirmou.

"A minha filha não aparece [no vídeo]"

Quando ao vídeo que está a circular nas redes sociais, no qual alegadamente a jovem de 17 anos apareceria envolvida sexualmente num carro com Rúben Semedo, a mãe garante: "A minha filha não aparece [no vídeo]".

"Fui obrigada a ver este vídeo e gostaria de afirmar categoricamente que a minha filha não aparece no mesmo. Na verdade, a rapariga que estava com ela naquela noite também não aparece neste vídeo. É um vídeo em que aparece um dos arguidos, com duas raparigas não relacionadas com o caso, muito provavelmente num carro diferente àquele que foi usado na noite em questão", diz.

No comunicado, a mulher critica que as fotografias da filha "tenham sido partilhadas pelos arguidos" na internet, assim como a partilha de imagens de amigos da jovem "que nada têm a ver com o caso".

Fala ainda sobre as acusações e críticas que surgiram contra a filha nas redes sociais.

"E vocês estão felizes por um atleta de 27 anos, um exemplo para muitos jovens, ter relações sexuais com menores de idade? É prática comum o acusado filmar as menores com quem teve um caso? Existem outros vídeos de pornografia infantil no seu telemóvel?".

No fim do comunicado, a mãe da jovem revela que a filha está a receber ajuda psicológica por causa dos ataques que tem recebido.

"Compreendo as minhas responsabilidades como mãe, acreditem, estou consciente de que não sou infalível. Mas, neste momento, a minha prioridade é apoiar a minha filha, bem como os meus outros filhos. Já estamos todos a ser vistos por um psicólogo e a tentar seguir em frente. Penso que todos podemos concordar que uma rapariga tem o direito de usar a roupa que gosta, de publicar fotos provocantes nas redes sociais em fato de banho e que isto não é um convite à violação. Esperemos todos que da próxima vez que um bêbado menor de idade for encontrado semiconsciente numa casa de um adulto, haja alguém para chamar um táxi para o levar para casa", conclui.

Na quinta-feira passada, o futebolista Rúben Semedo foi libertado da prisão sob o pagamento de uma fiança de 10 mil euros.

O jogador do Olympiacos foi ouvido durante duas horas e meia num tribunal de Atenas e acabou por ser libertado, depois de pagar a fiança.

O internacional português fica ainda proibido de sair da Grécia até que tudo esteja devidamente esclarecido.

Segundo a imprensa grega, os juízes consideraram que os requisitos legais para Rúben Semedo ficar em prisão preventiva não foram cumpridos, após uma audiência em que o defesa central de 27 anos afirmou que as relações sexuais ocorreram com o consentimento de todos e que a jovem em causa assegurou que tinha 19 anos e não 17, a sua verdadeira idade.

Rúben Semedo foi detido na sua residência em Glyfada, nos arredores de Atenas, depois de a jovem ter apresentado queixa junto das autoridades por alegada violação.

Segundo a imprensa grega, os exames forenses não terão detetado sinais de lesões genitais.

"Não foram encontradas feridas, hematomas ou lesões recentes nos genitais nem no ânus", escreve a imprensa.

Factos que, na opinião dos advogados do jogador, eram suficientes para provar à Justiça que as relações sexuais foram consentidas, ao contrário do que diz a alegada vítima.

O TESTEMUNHO DA JOVEM

Em tribunal, a jovem garantiu ter sido abusada sexualmente por Rúben Semedo e por um empresário nigeriano, uma vez que negou manter relações sexuais consentidas, como alegam os dois arguidos.

Esta é uma tese suportada pela amiga, de 16 anos, que diz tê-la ouvido gritar no quarto, enquanto dizia "não" e pedia para que a deixassem em paz, conta a imprensa grega.

Leia mais:

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros