Desporto

Treinador Daniel Ramos abandona Santa Clara rumo a "grande oportunidade"

MANUEL FERNANDO ARAUJO

Daniel Ramos vai assinar com o Al-Faisaly da Arábia Saudita.

O treinador Daniel Ramos anunciou esta terça-feira que vai abandonar o comando técnico do Santa Clara, da I Liga de futebol, onde estava desde a época 2020/21, para abraçar uma "grande oportunidade" em termos desportivos e financeiros.

O anúncio foi feito pelo treinador, numa conferência de imprensa sem direito a perguntas, marcada esta terça-feira para a loja do clube em Ponta Delgada, em que esteve acompanhado pelo presidente da SAD, Ismael Uzun.

"Foi uma situação muito inesperada, que aconteceu muito rapidamente. Vi-me confrontando por uma grande oportunidade, uma grande oportunidade ao nível financeiro e desportivo de poder ter um novo projeto", declarou.

Daniel Ramos vai assinar com o Al-Faisaly da Arábia Saudita.

"Depois de grande ponderação, e depois de falarmos, eu senti por parte da administração um tentar que eu ficasse, mas perante os argumentos que eu apresentei, eles perceberam os meus argumentos e chegámos a um entendimento", assinalou.

E acrescentou: "Às vezes acontecem oportunidades destas que não dão para recusar, por isso espero que compreendam, principalmente os sócios do Santa Clara. Santa clara sempre".

Ismael Uzun, desejou a "melhor das sortes" a Daniel Ramos e disse que a SAD fez "tudo" para assegurar a permanência do treinador.

"Isto é uma grande surpresa para nós hoje estar aqui a falar da saída do Daniel do Santa Clara. Eu tive a informação ontem [segunda-feira] e, durante uma hora, estivemos a falar sobre aquilo que podíamos fazer para ele ficar, mas não foi possível. Fizemos tudo para o Daniel ficar", afirmou.

O Santa Clara está no 15.º lugar no campeonato, tendo quatro derrotas, três empates e uma vitória.

Ramos tinha contrato com o clube até ao final da presente época, uma vez que renovou em maio o contrato com os açorianos.

Daniel Ramos foi anunciado como substituto de João Henriques no comando técnico do Santa Clara em 28 de julho de 2020.

Foi com o treinador de 50 anos que o Santa Clara alcançou o sexto lugar na edição 2020/21 da I Liga, a melhor classificação de sempre do clube na primeira divisão, que permitiu ao clube disputar a qualificação para a Liga Conferência Europa.

Na histórica prestação europeia, o Santa Clara conseguiu ter cinco vitórias em seis jogos, apesar de ter falhado a presença na fase de grupos.

O treinador já tinha passado pelos Açores na temporada 2016/2017, quando levou o Santa Clara a somar sete vitória em oito jogos na II Liga de futebol.

Na I Liga, o técnico liderou também os comandos técnicos do Desportivo de Chaves, Rio Ave, Boavista e Marítimo.

VEJA TAMBÉM: