Desporto

Pode ter havido uma reviravolta no caso das agressões à jogadora Kheira Hamraoui

Tese de rivalidade desportiva está praticamente descartada. Agora as investigações apontam para vingança por um alegado caso extraconjugal com o ex-internacional francês e campeão do mundo Eric Abidal.

Pode ter havido uma reviravolta no caso das agressões à jogadora Kheira Hamraoui. A tese de rivalidade desportiva está praticamente descartada. Agora as investigações apontam para vingança por um alegado caso extraconjugal com o ex-internacional francês e campeão do mundo, Eric Abidal.

Eric Abidal vai ser ouvido em tribunal a propósito das agressões que Kheira Hamraoui sofreu a 4 de Novembro.

Nas investigações, apuraram que o cartão de telemóvel da jogadora do Paris Saint Germain, está em nome do antigo internacional francês. Houve até uma chamada entre ambos no dia seguinte ao ataque. A ligação entre ambos foi assim confirmada e terá alguns anos.

De acordo com a imprensa francesa, Hamraoui e Abidal, tiveram uma relação amorosa entre 2018 e 2020. Na altura a médio francesa jogava no Barcelona e o ex jogador, já casado, era diretor desportivo do clube da Catalunha. Tudo terá acontecido por vingança.

A colega de equipa de Hamraoui, que assistiu às agressões, diz que enquanto lhe batiam os dois homens iam falando sobre a jogadora dormir com homens casados.

Tendo tudo isso em conta, a Procuradora da República de Versailles, confirmou que Eric Abidal vai ser ouvido e não exclui uma audiência com a mulher do ex-atleta.

Com as novas conclusões, fica cada vez mais afastada a possibilidade de as agressões terem acontecido por rivalidade desportiva. A também jogadora do Paris Saint Germain, Aminata Diallo, foi a primeira suspeita de ter organizado um ataque à companheira de equipa. Chegou a estar detida.