Desporto

Nuno Borges vence Maestreli e assegura quadro principal no US Open

Nuno Borges vence Maestreli e assegura quadro principal no US Open
THOMAS SAMSON
Depois das presenças em Roland Garros e Wimbledon, o número dois português chegou pela primeira vez ao quadro principal do ‘major’ nova-iorquino.

O tenista português Nuno Borges, 105.º do ‘ranking’ mundial, venceu na sexta-feira o italiano Francesco Maestreli, 202.º da hierarquia, e qualificou-se para o quadro principal do Open dos Estados Unidos, quarto e último 'Grand Slam' do ano.

Depois das presenças em Roland Garros e Wimbledon, o número dois português chegou pela primeira vez ao quadro principal do ‘major’ nova-iorquino, após uma ‘maratona’ de três horas e dois minutos de um jogo que foi interrompido três vezes devido à chuva.

Borges venceu Maestreli por 3-6, 7-6 (7-4) e 7-6 (10-8), num encontro que terminou quase sete horas desde o seu início.

O tenista natural da Maia, de 25 anos, começou por perder o primeiro ‘set’, por 6-3, conseguindo vencer o segundo, no ‘tie-break’, por 7-6 (7-4), após a primeira paragem e de ter estado a perder por 5-3.

No terceiro 'set', o italiano quebrou o serviço de Borges, adiantando-se para um 5-3, mas o português recuperou e chegou a dispor de um 'match point' quando vencia por 6-5 e estava prestes a conseguir o segundo 'break' ao adversário.

Novo 'tie-break' e nova recuperação de Borges, que esteve a perder por 6-2 e conseguiu recuperar, para selar o apuramento com 10-8.

Ao superar a terceira e última ronda do ‘qualifying’ do US Open, Nuno Borges junta-se a João Sousa, número um português e 59.º do mundo, que teve entrada direta no quadro principal do quarto e último 'Grand Slam' da temporada, que vai ser disputado entre segunda-feira e 11 de setembro.

Pelo caminho no ‘qualifying’ ficaram Gastão Elias e Pedro Sousa, que perderam nas primeira e segunda rondas, respetivamente.

Nuno Borges também vai disputar o quadro de pares do US Open com Francisco Cabral, com quem já chegou à segunda ronda de Wimbledon, perdendo para os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, que chegaram às meias-finais.

Últimas Notícias
Mais Vistos