Desporto

Primoz Roglic com múltiplos hematomas e "mentalmente quebrado"

Primoz Roglic com múltiplos hematomas e "mentalmente quebrado"
Justin Setterfield
Ciclista esloveno da Jumbo-Visma abandonou a Volta a Espanha.

O diretor desportivo da Jumbo-Visma disse, esta quarta-feira, que o esloveno Primoz Roglic, tricampeão da Volta a Espanha que abandonou a corrida antes da 17.ª etapa, sofreu múltiplos hematomas e estava “mentalmente quebrado”.

Segundo Addy Engels, Roglic viveu “uma má noite” depois de cair nos últimos metros da 16.ª tirada, quando lutava pela vitória, e tinha “muitas dores”, mas sem concussão, e apesar de querer “lutar”, eram demais para aguentar.

“Quando chegou ao autocarro, foi muito duro para ele. Estava mentalmente quebrado (...). É pesado, quando abandonas a Volta a França em 2021, o Tour também este ano, e agora a Vuelta, quando lutas pela vitória. Mentalmente é muito difícil de ultrapassar”, contou o antigo ciclista.

Em segundo na geral, atrás apenas do belga Remco Evenepoel (QuickStep-Alpha Vinyl), o esloveno não sofreu qualquer fratura mas antes vários hematomas, numa época azarada.

“Para o resto da equipa é um rombo grande. Não estávamos prontos para desistir de lutar, como mostrámos na terça-feira. Hoje [quarta-feira], tivemos uma reunião e temos de lutar nos próximos dias, mas é muito difícil”, admitiu o diretor desportivo.

Roglic, de 32 anos, venceu as últimas três edições da Vuelta e ocupava o segundo lugar da corrida, a 1.26 minutos de Remco Evenepoel.

Na terça-feira, o esloveno conseguiu ‘cortar’ a diferença para o belga em oito segundos, mas, a queda sofrida nos últimos 100 metros da etapa, quando atacava o sprint, deixou-o com ferimentos no cotovelo e no joelho direito.

O ‘pesadelo’ de ‘Rogla’ nas ‘grandes Voltas’ continua, depois de em 2020 ter perdido o Tour no contrarrelógio do penúltimo dia para o compatriota Tadej Pogacar (UAE Emirates) e de, no ano passado, ter abandonado a prova francesa também na sequência de uma queda.

Com o abandono de Roglic, Evenepoel partiu hoje para a 17.ª tirada, entre Aracena e Monasterio de Tentudía (162,3 quilómetros), com 2.01 minutos de vantagem sobre o espanhol Enric Mas (Movistar), agora segundo classificado.

O português João Almeida (UAE Emirates) sobe também uma posição, para o sexto lugar, a sete minutos do belga, com o seu colega espanhol Juan Ayuso a ser agora terceiro da geral, a 4.49.

Últimas Notícias
Mais Vistos