Desporto

Thomas Tuchel deixa o comando técnico do Chelsea após derrota em Zagreb

Thomas Tuchel deixa o comando técnico do Chelsea após derrota em Zagreb
Jurij Kodrun
O treinador alemão tinha entrado no clube em janeiro de 2021.

O alemão Thomas Tuchel deixou esta quarta-feira o comando técnico do Chelsea, após a derrota no terreno do Dinamo Zagreb (1-0), para a Liga dos Campeões de futebol, anunciou o clube londrino.

Numa mensagem divulgada no seu sítio oficial na Internet, os blues agradecem o empenho do técnico alemão, de 49 anos, que comanda o clube desde 2020/21, quando levou o clube à conquista da Liga dos Campeões, no Porto, frente ao Manchester City.

“Em nome de todos no Chelsea, o clube gostaria de demonstrar sua gratidão a Thomas e à sua equipa por todos os esforços durante a permanência no clube. O Thomas vai ter, merecidamente, um lugar na história do Chelsea, depois de vencer a Liga dos Campeões, a Supertaça Europeia e o Mundial de Clubes”, lê-se no comunicado do clube.

O consórcio liderado pelo empresário norte-americano Todd Boehly, que lidera o Chelsea, após a saída do russo Roman Abramovich, promete atuar “rapidamente para apresentar um novo treinador”. Graham Potter, do Brighton & Hove Albion, vai conversar com Boehly esta tarde.

“À medida que os novos proprietários cumprem 100 dias desde que tomaram conta do clube, e continuam a trabalhar arduamente para o seu desenvolvimento, consideram que este é o momento certo para esta mudança”, referiu o clube, que se escusa a fazer “mais comentários até que seja apresentado um novo treinador”.

O Chelsea perdeu na terça-feira por 1-0 no terreno do Dinamo Zagreb, ocupando o quarto e último lugar do Grupo E, sem qualquer ponto, a um de Salzburgo e AC Milan, que empataram 1-1, na Áustria.

Na Premier League, o Chelsea ocupa o sexto lugar, com 10 pontos em seis jogos, a cinco do rival Arsenal, que lidera, e a quatro de Manchester City e Tottenham, tendo, já esta época sofrido duas derrotas – com Leeds, por 3-0, e Southampton, por 2-1.

Tuchel chegou ao Chelsea em janeiro de 2021, depois de ter orientado Paris Saint-Germain, Borussia Dortmund e Mainz.

Últimas Notícias
Mais Vistos