Desporto

Surfista morre aos 24 anos após sofrer convulsão no mar

Surfista morre aos 24 anos após sofrer convulsão no mar
Ed Sloane
Kalani David estava a surfar na Costa Rica.

O surfista e skater havaiano Kalani David morreu, aos 24 anos, após sofrer uma convulsão enquanto surfava, na Costa Rica. O atleta sofria da síndrome Wolff-Parkinson-White, uma condição cardíaca rara.

Descrito por muitos como um dos grandes talentos do surf e do skate mundial, o havaiano chegou mesmo a ser campeão do mundo júnior em 2012, no Panamá. Desde cedo assumiu-se como um prodígio do surf e, no início da carreira, era habitual debater-se contra surfistas bem mais velhos.

Porém, ao longo dos últimos anos, o seu maior desafio não foi em cima de uma prancha. O jovem foi diagnosticado com síndrome Wolff-Parkinson-White, uma condição que lhe causava batimentos cardíacos extremamente acelerados e consequentes convulsões.

Kalani David já tinha lidado com várias situações críticas, como, por exemplo, em 2016, aos 18 anos, quando enfrentou um grave episódio que o deixou numa situação bastante débil. Nesse mesmo ano, o atleta sofreu um ataque que durou cerca de seis horas e que o deixou em coma induzido.

Kalani David já tinha sido operado ao coração

Situações como estas eram bastante recorrentes na vida do havaiano, motivo que já o tinha levado ao bloco operatório, de modo a tentar reduzir as constantes convulsões de que era vítima.

Em junho deste ano, o também skater publicou uma mensagem nas redes sociais onde assumia ter tido recentemente uma convulsão ao volante e outra enquanto praticava surf, e que era um afortunado por ainda estar vivo.

O atleta partilhou também que não sabia como tinha tido tanta sorte ao longo dos anos, depois de já ter passado por variadas situações críticas de saúde.

Desta vez, o azar bateu-lhe mesmo à porta e Kalani David não resistiu a uma convulsão sofrida durante o último sábado, enquanto surfava na Costa Rica, segundo informou o pai do atleta.

Últimas Notícias
Mais Vistos