Desporto

Gavi é o novo Golden Boy

Gavi é o novo Golden Boy
Antonio Calanni
O prémio será entregue a 7 de novembro, em Turim. Na versão online do prémio, há um jovem português bem posicionado.

O jornal Tuttosport anunciou esta sexta-feira, em Palermo, Itália, o novo vencedor da edição deste ano do galardão que premeia o melhor sub-21 a atuar no futebol europeu. Pablo Martín Páez Gavira, mais conhecido por Gavi, é o novo Golden Boy.

Gavi é o jovem prodígio do Barcelona, com apenas 18 anos tornou-se o vencedor do troféu Golden Boy de 2022, sucedendo assim ao compatriota e colega de equipa Pedri, que conquistou o galardão em 2021.

O jogador gravou uma mensagem de vídeo afirmando que "todos os jogadores jovens têm o sonho de ganhar este troféu. Estou muito orgulhoso", afirmou.

Massimo Franchi, jornalista do Tuttusport e ideólogo desta distinção afirmou à A Bola que "é um grande jogador cuja referência é Verratti".

"Este troféu tornou-se uma referência. Os jovens sabem que, ganhando-o, é um passo para a glória. Criámos algo grande", vincou o diretor do diário desportivo com sede em Turim, Guido Vaciago, dando como exemplo a lista dos últimos cinco vencedores (Mbappé, De Ligt, João Félix, Haaland e Pedri): "Valorizaram pelo menos seis vezes.", refere o jornalista à mesma publicação.

Na votação final, Gavi ficou à frente de Camavinga, do Real Madrid, Bellingham, do Dortmund e Musiala do Bayern.

Os prémios Golden Boy são obtidos através de um júri de jornalistas europeus. Mas há também uma secção para os leitores, que escolhem o seu próprio jogador através da votação online.

Decorre, em paralelo, uma votação para a versão online do prémio, no site oficial do Tuttosport, que já recebeu mais de 1,2 milhões de votos, e em que o benfiquista António Silva surge bem colocado.

Os antigos jogadores do Benfica João Félix (Atlético Madrid) e Renato Sanches (Lille) foram os portugueses já distinguidos com o prémio Golden Boy, respetivamente em 2019 e 2016.

Recorde todos os vencedores:

  • 2003 – Van der Vaart (Ajax)
  • 2004 – Wayne Rooney (Manchester United)
  • 2005 – Lionel Messi (Barcelona)
  • 2006 – Cesc Fàbregas (Arsenal)
  • 2007 – Sergio Aguero (Atlético Madrid)
  • 2008 – Anderson (Manchester United)
  • 2009 – Alexandre Pato (AC Milan)
  • 2010 – Mario Balotelli (Inter/Manchester City)
  • 2011 – Mario Gotze (Dortmund)
  • 2012 – Isco (Málaga)
  • 2013 – Paul Pogba (Juventus)
  • 2014 – Raheem Sterling (Liverpool)
  • 2015 – Anthony Martial (Monaco/Manchester United)
  • 2016 – Renato Sanches (Benfica/Bayern)
  • 2017 – Kylian Mbappé (Monaco/PSG)
  • 2018 – Matthijs de Ligt (Ajax)
  • 2019 – João Félix (Benfica/Atlético Madrid)
  • 2020 – Erling Haaland (Dortmund)
  • 2021 – Pedri (Barcelona)
  • 2022 – Gavi (Barcelona)
Últimas Notícias