Economia

Christie's marca para junho novo leilão das 85 obras que pertenciam ao BPN

As 85 obras do artista catalão Joan Miró que pertenciam ao banco BPN, entretanto nacionalizado, voltarão a leilão em junho em Londres, anunciou hoje a leiloeira Christie's.

(Reuters)

(Reuters)

© Suzanne Plunkett / Reuters

Porém, na breve declaração enviada à agência Lusa, a leiloeira remeteu  outros detalhes para mais tarde, não adiantando informação sobre o paradeiro  atual das 84 pinturas e esculturas.  

"Temos o prazer de poder confirmar que vamos oferecer a coleção das  85 obras de Miró em leilão em junho. Mais detalhes serão anunciados em devida  altura", indicou uma porta-voz.  

A declaração da leiloeira foi feita depois o presidente do conselho  de administração da Parvalorem, Francisco Nogueira Leite, ter afirmando  quarta-feira perante os deputados da Comissão Parlamentar de Educação, Ciência  e Cultura que seria marcado um novo leilão "assim que houver condições económicas  para o fazer".

  • Quadros de Miró vão regressar a Portugal nos próximos dias
    2:35

    Quadros de Miró

    Os 85 quadros do pintor espanhol Joan Miró vão regressar a Portugal nos próximos dias, afirma Francisco Nogueira Leite, presidente do conselho de administração da Parvalorem, uma das sociedades responsáveis pelos ativos do Banco Português de Negócios (BPN). O secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, sobre o qual impende a dúvida de ter permitido a saída irregular dos quadros do país, não quis prestar mais nenhum esclarecimento durante a cerimónia de mecenato cultural, realizada ontem em Lisboa.

  • "Jorge Jesus não vai continuar no Flamengo"
    2:38