Economia

Depósitos à ordem crescem em julho

Os depósitos à ordem voltaram a crescer em julho pelo terceiro mês consecutivo. O reforço das poupanças dos emigrantes pode ter contribuído para o aumento.

No final de julho o valor aplicado em depósitos ultrapassou os 140 mil milhões de euros. Apesar do reforço das poupanças, a evolução também se justifica pelo aumento do dinheiro que permanece parado na conta e que corresponde a mais de 30% dos depósitos.

Relembre-se que os juros pagos pelos bancos estão próximos de zero.

Os produtos com prazos superiores a dois anos sofreram uma queda.