Economia

Défice histórico com a economia a "crescer mais do que o previsto"

Défice histórico com a economia a "crescer mais do que o previsto"

O défice ficou nos 0,3% até setembro. Os números oficiais foram divulgados esta sexta-feira pelo INE e revelam uma forte descida no saldo das contas públicas. No mesmo período do ano passado, estava nos 2,8. Na reação ao anúncio, o ministro das Finanças, Mário Centeno, disse que a economia cresceu mais do que o esperado.