Economia

Avaliação das casas sobe cerca de 5%

O valor médio de avaliação bancária em Portugal aumentou em novembro 0,3% face a outubro e 4,9% em termos homólogos, para 1.144 euros por metro quadrado (m2), divulgou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação do INE, o valor médio da avaliação bancária realizada no âmbito da concessão de crédito à habitação aumentou três euros em novembro, face a outubro, aproximando-se do valor máximo da atual série observado em abril de 2011 (1.156 euros/m2).

Em relação a outubro, o valor médio de avaliação aumentou tanto para apartamentos como para moradias, atingindo, respetivamente, 1.194 euros/m2 e 1.064 euros/m2.

A nível regional, as maiores subidas para o conjunto da habitação registaram-se na Região Autónoma dos Açores (1,9%) e no Centro (0,9%).

As únicas descidas verificaram-se no Alentejo (0,7%) e no Algarve (0,2%).

Em comparação com o período homólogo, as avaliações bancárias de apartamentos e de moradias aumentaram 5% e 4,9%, respetivamente.

A maior taxa de variação homóloga para o conjunto das avaliações verificou-se no Algarve (7,7%), enquanto a Região Autónoma dos Açores apresentou a menor taxa de crescimento do valor da avaliação por metro quadrado (2,4%).

Lusa