Economia

Eurogrupo apoia nomeação de Luis De Guindos para vice do BCE

OLIVIER HOSLET

Os ministros das Finanças da zona euro, reunidos em Bruxelas, apoiaram esta segunda-feira a designação do ministro espanhol Luis de Guindos para suceder a Vítor Constâncio na vice-presidência do Banco Central Europeu (BCE).

Com a luz verde desta segunda-feira do Eurogrupo, anunciada por Mário Centeno na sua conta na rede social Twitter, o Conselho de Ministros das Finanças da União Europeia (Ecofin) deverá adotar formalmente esta terça-feira a recomendação para o Conselho Europeu, composto pelos chefes de Estado e de Governo da UE, que consultará então o Parlamento Europeu e o Conselho de Governadores do BCE, devendo adotar a sua decisão final na cimeira de 22 e 23 de março próximo.

Luis de Guindos, que ficou com o caminho aberto para a vice-presidência do BCE depois de a Irlanda ter retirado, já esta segunda-feira, a candidatura do governador do banco central irlandês, Philip Lane, deverá iniciar o seu mandato de oito anos em 1 de junho, data em que sucederá a Constâncio, que ocupa o cargo desde junho de 2010.

Lusa