Economia

Preço da luz deverá subir 0,1% para as famílias em 2019

© Morris MacMatzen / Reuters

As tarifas de eletricidade no mercado regulado devem subir 0,1% para os consumidores domésticos a partir de 01 de janeiro, segundo a proposta do regulador do setor energético divulgada esta segunda-feira.

"A expressão nos orçamentos familiares do aumento subjacente à proposta de tarifas transitórias de venda a clientes finais para 2019 é de 5 cêntimos, numa fatura média mensal de 45,1 euros", segundo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

No ano passado, o preço da eletricidade tinha recuado 0,2%, face ao ano anterior, naquela que foi a primeira descida desde 2000.

Lusa

  • “Na prática o que deverá acontecer, em vez de uma descida (na eletricidade), é um aumento”
    3:20

    Opinião

    De acordo com o Orçamento que está na fase final de negociação, a fatura da eletricidade deverá baixar no próximo ano. José Gomes Ferreira explica que é esperado que no dia da apresentação do OE 2019, a entidade reguladora do setor energético apresente uma proposta com “aumentos substanciais” da fatura da eletricidade. “Ou fica tudo na mesma, ou sobe”, explica, dizendo que “na prática o que deverá acontecer, em vez de uma descida (na eletricidade), é um aumento”.

  • Quer saber quanto é que pode pagar a menos na fatura da luz?
    2:06

    Economia

    A fatura da eletricidade deverá baixar no próximo ano, de acordo com o orçamento que está na fase final de negociação. A fórmula da descida ainda está a ser desenhada pelos partidos, mas poderá inclui um corte no IVA na potência contratada ou criar uma taxa sobre as energias renováveis, que obrigue o setor a pagar a contribuição especial sobre o setor energético. A SIC fez as contas às hipóteses em cima da mesa.