Economia

Protesto de estivadores não impediu carregamento de navio com mais de 2 mil viaturas da Autoeuropa

Protesto de estivadores não impediu carregamento de navio com mais de 2 mil viaturas da Autoeuropa

O protesto dos estivadores não impediu o carregamento do navio que esta manhã chegou ao porto de Setúbal para levar os mail de 2 mil automóveis da Autoeuropa. A empresa garante que esta quarta-feira recebeu garantias do Governo para começar a operação. Sindicato, PCP e Bloco dizem que é insustentável o apoio do Governo a esta operação.

  • "Estou um bocado triste porque nos vieram roubar o pão da boca dos nossos filhos"
    0:40

    Economia

    Uma das estivadoras que se juntou ao protesto no porto de Setúbal explicou à SIC o impacto de haver trabalhadores substitutos para os precários do porto de Setúbal. Os estivadores concentraram-se esta madrugada no local, em protesto contra a sua substituição por trabalhadores exteriores ao porto, contratados para o carregamento de um navio com viaturas da Autoeuropa.

  • Cânticos de protesto dos estivadores em Setúbal frente a um forte contingente policial
    0:50

    Economia

    A tensão entre os estivadores do porto de Setúbal e a PSP aumentou esta manhã. Os confrontos começaram no momento em que um autocarro que transporta 30 trabalhadores chegou ao Porto. A passagem da viatura tinha sido bloqueada pelos trabalhadores eventuais do porto de Setúbal, parados desde o passado dia 5 em luta por um contrato coletivo de trabalho e que desde as 6:00 estão concentrados no local em protesto contra a sua substituição por trabalhadores exteriores ao porto, onde está montado um forte contingente policial desde o início da manhã.

  • "Foi contratado um grupo de mercenários para vir furar uma greve"
    1:18

    Economia

    O autocarro que transporta os estivadores contratados para substituir os trabalhadores eventuais do porto de Setúbal para carregar um navio com viaturas produzidas na fábrica da Autoeuropa entrou no recinto pouco depois das 9h00. A passagem da viatura tinha sido bloqueada pelos trabalhadores eventuais do porto de Setúbal, parados desde o passado dia 5 em luta por um contrato coletivo de trabalho. À SIC, António Mariano, do Sindicato dos Estivadores e Atividade Logística, dá conta do desagrado com a contratação dos trabalhadores que chegaram hoje a Setúbal.

  • Forte contingente policial no porto de Setúbal, estivadores em protesto contra carregamento da Autoeuropa 

    Economia

    Dezenas de trabalhadores estão concentrados desde as 6:00 à entrada do terminal de embarque de automóveis do porto de Setúbal, em protesto contra o carregamento de um navio com viaturas produzidas na fábrica da Autoeuropa em Palmela. O dirigente sindical António Mariano, que se juntou ao protesto, admite que a luta dos trabalhadores portuários se poderá agudizar "face a este comportamento" das empresas portuárias. As autoridades destacaram para o porto de Setúbal esta manhã um forte contingente policial.