Economia

CP ameaça com corte de serviços se não houver mais contratações

MIGUEL A. LOPES

A empresa aguarda aprovação para contratar 88 trabalhadores.

A CP ameaçou hoje cortar a oferta de serviços se não houver novas contratações. A empresa diz que está à espera de aprovação para contratar 88 trabalhadores e que os investimentos prometidos na infraestrutura ferroviária estão atrasados.

Caso as medidas não avancem, a administração da CP avisa o Governo que poderá mesmo vir a não cumprir o contrato de serviço público.

Em 2018 saíram cerca de 55 funcionários da empresa. Alguns por mútuo acordo ou devido a reforma.

  • 3:04