Economia

Antigo administrador da CGD acusa relatório da EY de ser “tendencioso”

Antigo administrador da CGD acusa relatório da EY de ser “tendencioso”

Francisco Bandeira classifica o documento como “enviesado”, “descuidado” e “com erros”.

O antigo administrador e vice-presidente da Caixa Geral de Depósitos, Francisco Bandeira, é arrasador em relação ao relatório da auditoria da Ernst & Young feito às contas do banco do Estado.