Economia

Ministro israelita espiado por empresa israelita para empresário israelita

Ronen Zvulun

Empresário contratou uma empresa de espionagem para obter informações comprometedoras sobre o ministro das Finanças e outros dirigentes de topo.

Um programa televisivo de jornalismo de investigação israelita informou que um dos empresários mais ricos de Israel contratou a empresa de espionagem Black Cube para obter informações sobre um ministro.

A Uvda noticiou hoje que o empresário Idan Ofer contratou a empresa em 2014 para obter informações comprometedoras sobre o ministro das Finanças de então, Yair Lapid, e outros dirigentes de topo, como parte dos seus esforços de influenciar a política fiscal relativa aos campos de gás natural que tinham sido descobertos.

A Black Cube tinha ganho notoriedade internacional pelas suas investigações a antigos membros do governo norte-americano de Barack Obama e à sua colaboração com uma das principais figuras de Hollywood, o realizador Harvey Weinstein, caído em desgraça depois de denunciado em vários casos de assédio sexual.

Mas esta notícia da estação de televisão indica que esta parece ser a primeira operação da Black Cube em território israelita.

A Black Cube negou as alegações.Lapid, que agora é deputado, reagiu garantindo que ninguém influencia as suas decisões e que "continua a trabalhar sem recear quem quer que seja".

Lusa