Economia

Eurogrupo chega a acordo sobre orçamento para a zona euro

Francois Lenoir

O acordo ministerial, alcançado após várias horas, será apresentada na cimeira do euro, agendada para 21 de junho, em Bruxelas.

Os ministros das Finanças europeus chegaram hoje a acordo sobre as principais linhas de um orçamento para a zona euro, anunciou o representante francês, depois de uma longa noite de negociações no Luxemburgo.

"Pela primeira vez, criámos um orçamento operacional que ajudará os países da zona euro a convergirem e a tornarem-se mais competitivos. É um avanço", disse Bruno Le Maire, em declarações à agência de notícias France-Presse (AFP).

"Pela primeira vez, começaremos a pensar o futuro como um bloco coerente e a coordenar as nossas políticas económicas", acrescentou o ministro das Finanças francês.

"A reunião do Eurogrupo terminou às 04:30 da manhã com um acordo", escreveu o porta-voz de Mário Centeno.

Já esta manhã, em conferência de imprensa, Mário Centeno salientou a importância do acordo alcançado.

A criação de um instrumento orçamental próprio para a zona euro foi um projeto do Presidente francês, Emmanuel Macron.

No entanto, o compromisso final reduz consideravelmente as ambições iniciais, devido ao ceticismo dos países do Norte da Europa, liderados pela Holanda.

Denominado "Instrumento Orçamental para a Convergência e a Competitividade", o orçamento para a zona euro visa incentivar reformas para aumentar a competitividade nos 19 países que adotaram a moeda única.

Em dezembro de 2018, o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, recebeu um mandato dos chefes de Estado e de Governo da zona euro para trabalhar numa proposta de uma capacidade orçamental própria para a competitividade e convergência na zona euro.

A proposta deverá ser apresentada na cimeira do euro, razão pela qual o assunto tem sido discutido ao longo dos últimos meses entre os ministros das Finanças europeus.

  • De potência nacional a problema ambiental
    13:27