Economia

INE revê em baixa ligeira taxa de desemprego em junho

Dados publicados hoje antecipam um recuo ligeiro em julho.

A taxa de desemprego manteve-se nos 6,6% em junho, igual a maio e abril e 0,1 pontos percentuais abaixo da estimativa provisória divulgada há um mês, informou o INE, que antecipa um recuo ligeiro em julho.


"Em junho de 2019, a taxa de desemprego situou-se em 6,6%, valor igual ao do mês anterior, superior em 0,1 pontos percentuais (p.p.) ao de três meses antes e inferior em 0,3 p.p. ao do mesmo mês de 2018", indica o Instituto Nacional de Estatística (INE) nas Estimativas Mensais de Emprego e Desemprego, hoje publicadas.


No documento, o INE adianta que "aquele valor [6,6%] representa uma revisão em baixa de 0,1 pontos percentuais da estimativa provisória divulgada há um mês".


O INE indica que a estimativa provisória da taxa de desemprego de julho de 2019 é 6,5%, menos 0,1 pontos percentuais em relação a junho.


Este mês, a população desempregada foi estimada em 338,6 mil pessoas, uma diminuição de 0,8% (2,8 mil) em relação a maio de 2019 e um aumento de 1,3% (4,4 mil) em comparação com março de 2019, mostram os dados do INE.


Já na comparação homóloga, com junho de 2018, a população desempregada diminuiu 4,5% (16,2 mil).


O INE adianta que o valor da população desempregada em junho último representa uma revisão em baixa de 1,5% (5,3 mil) da estimativa provisória.


Segundo o mesmo documento, em julho deste ano, a população desempregada -- cuja estimativa provisória foi de 336,8 mil pessoas -- terá descido 0,6% (1,8 mil) em relação ao mês anterior (junho de 2019) e 0,9% (3,1 mil) relativamente a três meses antes (abril de 2019).


Já na comparação com o mês homólogo, ou seja, julho de 2018, terá recuado 4,5% (15,9 mil).


A taxa de desemprego dos jovens foi estimada em 19,3%, tendo aumentado 0,7 p.p. em relação ao mês precedente.
Já a taxa de desemprego dos adultos foi estimada em 5,5%, menos 0,1 p.p. em relação ao mês anterior.

Lusa